IMG_0401

Visita embaixador argelino ao IMA. Lançamento de livro, em Recife, e de documentário da TV Câmara sobre Arraes.

O embaixador da Argélia no Brasil, Toufik Dahmani, e o secretário Chafik Kellala, desembarcaram, ontem, em Pernambuco, a convite do Instituto Miguel Arraes. Começaram a visita simbolicamente à casa de Arraes, que guarda diversos objetos oriundos da Argélia, quando foram recebidos por Antônio Campos e Marília Arraes. O embaixador visitou atentamente o acervo de Arraes, deixou uma mensagem no livro de visitas, plantou um Pau Brasil e presenteou o Instituto com diversos livros e imagens da Argélia. À tarde, o embaixador visitou o centro da cidade e esteve com grupo ligado ao setor sucroalcooleiro liderado por Gregório Maranhão, uma vez que a Argélia é importadora e produtora de açúcar. Após isso, foram visitar o Centro Cultural Miguel Arraes, em Jaboatão, quando foram recebidos pelo prefeito Anderson Ferreira, e que deverá ser inaugurado em maio.

Na manhã de hoje, não houve a visita protocolar ao governador Paulo Câmara, que foi por este desmarcada sob alegação de outros compromissos. À tarde, o embaixador visitará o Porto Digital e participa do lançamento, às 16h30, no auditório da Editora UFPE, do livro “Ciência e Tecnologia nos tempos do Dr. Arraes”, de Ascendino Flávio Dias e Silva, seguido de debate com a participação de José Fernando Thomé Jucá, Antônio José Alves, Antônio Carlos Pavão e José Almir Cirilo.

A última edição da revista Atlântico, que trata das relações Brasil-África, traz um importante entrevista com o grande empresário argelino Issad Rebrab, da empresa Cevital, que tem investido no Brasil e um artigo “A Atualidade de Arraes”, de Antônio Campos. Em abril, a Apex está organizando uma missão comercial Brasil-Argélia, que tem uma balança comercial relevante com o Brasil.

Nessa sexta-feira, a TV Câmara dos Deputados lança, às 21h30, no dia do Golpe Militar de 1964, “Miguel Arraes – Origem do líder”. No sábado, 1 de abril o material estará disponível em www2.camara.leg.br/camaranoticias/tv.

“Após 2016, que nos dedicamos ao centenário de Arraes, estamos transformando o Instituto Miguel Arraes num centro pensante do Nordeste e reaproximando o instituto com os países africanos, que Arraes tanto se relacionou”.

IMG_0474 f2dcb7ed-ac44-47ac-ad76-81a7fc31d2a0 IMG_0473

 

Deixe seu Comentário