PESQUISA ELEITORAL DEMONSTRA FORÇA POLÍTICA DA FAMÍLIA ARRAES

Recente pesquisa da Meta Pesquisa e Consultoria, tradicional empresa alagoana, realizada entre os dias 19 e 23 de Junho/2017, com 1.067 questionários, aplicados em todas as regiões do Estado de Pernambuco, encomendada pelo advogado Antônio Campos, recentemente filiado ao Podemos, demonstra força política da família Arraes.

A atual Ministra Ana Arraes, momentaneamente fora da política pelo cargo que exerce, demonstra ser bastante competitiva como candidata a uma das vagas ao Senado Federal. Ana Arraes aparece com 13,7%, Jarbas Vasconcelos com 17% e Silvio Costa com 3,4% em um dos cenários.

Com uma avaliação bastante negativa do atual Governador Paulo Câmara, o cenário eleitoral está favorável à oposição. Na pesquisa estimulada para Governador, Armando Monteiro aparece com 23,3%, Paulo Câmara com 13,2%, Mendonça Filho com 12,2% e Marília Arraes com 6,3% das intenções de voto. Paulo Câmara possui a maior rejeição com 28,4%. No cenário de segundo turno, Marília Arraes tem 10,4% e Paulo Câmara 15,2%.

O governo Paulo Câmara é avaliado como ruim/péssimo por 58,5% da população e apenas avaliado como ótimo/bom por 15,7%, sendo a melhor avaliação na área da educação. A segurança é o maior problema do Estado, segundo 42% da população.

A força eleitoral do Presidente Lula, que tem 44,5% das intenções de voto na espontânea e 50,1% na estimulada, deverá ser um fator importante na construção do cenário da eleição em Pernambuco. Segundo a pesquisa, 47,6% dos entrevistados admitiram votar em um candidato apoiado pelo Presidente Lula.

Na eleição para Presidente, o nome de João Dória, aparece com 2,1%, Marina Silva com 8% perde para Jair Bolsonaro que atinge 11,1%, na estimulada.

De acordo com a pesquisa, os candidatos vinculados ao Governo Temer, terão dificuldades eleitorais, uma vez que 87,3% dos entrevistados desaprovam o seu governo.

A disputa para o Governo do Estado certamente ainda terá influência de Lula ser ou não pessoalmente candidato à Presidente da República, demonstrando a pesquisa que o opositor a Paulo Câmara mais forte é Armando Monteiro e que a família Arraes terá papel de relevância no próximo pleito, seja eleitoralmente, seja nas alianças políticas.

“Nas últimas seis décadas, em Pernambuco, a família Arraes sempre teve forte presença nas disputas eleitorais. Não será diferente na próxima eleição. A marca e o legado deixado por Miguel Arraes, ainda se faz presente em todas regiões de Pernambuco e com certeza terá forte influência nas alianças que se formam para 2018, tanto no plano Estadual, como no Nacional”, disse Antônio Campos.

 

Olinda, 06 de Julho de 2017.

Ivan Maurício

Jornalista

 

Deixe seu Comentário